O Governo está desde terça-feira a negociar com a Brithol Michcoma para retoma da emissão de cartas de condução. Entretanto, devido à falta de pagamento da dívida de 40 milhões de meticais, a Brithol ainda não forneceu ao INATRO o papel especial para cartas provisórias, referente ao mês de Janeiro.

A suspensão da emissão de cartas de condução biométricas foi objecto de análise esta semana na Sessão Conselho de Ministros, depois da Conferência de Imprensa em que o Instituto Nacional de Transportes Rodoviários, INATRO, disse que não tinha previsão de solução para o problema e remeteu ao Ministro dos Transportes e Comunicações.

No Comunicado lê-se: “Ainda nesta Sessão, o Governo apreciou informações sobre o Contrato de Impressão das Cartas de Condução”.

Enquanto a solução não está à vista, o Ministro dos Transportes e Comunicações pediu, no encontro, que haja tolerância por parte da Brithol Michcoma, para minimizar os danos aos cidadãos.

A emissão de cartas de condução foi suspensa em Novembro de 2021, devido a uma dívida de 40 milhões de meticais, resultante de um contrato que foi implementado sem visto do Tribunal Administrativo.

Fonte:O País

Leave a Reply

Your email address will not be published.