A POPULAÇÃO em situação difícil, com destaque a crianças, idosos e mulheres chefes de família, vai continuar a merecer maior atenção e apoio na implementação dos programas do Gabinete da Esposa do Presidente da República, para que possam sentir as suas condições de vida melhoradas. 

Com efeito, a Primeira-dama, Isaura Nyusi, tem vindo a prestar apoio às crianças órfãs e portadoras de deficiência e a mulheres idosas chefes de família, com a provisão de bens essenciais para a sua sobrevivência.

Prova disso foi a entrega, durante a visita de dois dias que efectuou à cidade de Maputo, de produtos de primeira necessidade a uma família chefiada por uma idosa; de carrinhas de rodas à crianças portadoras de deficiência, na Obra Dom Orione e Ministério Arco-Íris e de material didáctico ao Centro de Alfabetização Madre Roseta.

A Primeira-dama ficou satisfeita, ao se inteirar da relevância do trabalho que estas organizações têm vindo a realizar em prol do empoderamento da mulher, através da formação académica e do bem-estar das crianças necessitadas.

“Percebi que têm estado a desenvolver o vosso trabalho, com muita dedicação. Estão todos no bom caminho. Se continuarem empenhados, teremos resultados positivos e estarão a contribuir para o bem-estar daqueles que mais precisam”, afirmou.

 Na Obra Dom Orione, a esposa do Chefe do Estado ficou sensibilizada, ao ver os esforços aqui empreendidos em prol das crianças com necessidades educativas especiais, considerando que as acções desenvolvidas contribuem para que a criança cresça com carinho, amor e assistência.

“Gostaria de encorajar que estas iniciativas se expandissem para muitas crianças que precisam de apoio e assistência ao longo do país”, apelou.

Uma das preocupações apresentadas à Isaura Nyusi, por uma idosa que cuida de quatro netos, foi a educação dos mais novos, pedindo apoio em material escolar e produtos alimentares para que possam crescer e se formar.

“Nós vivemos em condições difíceis e a casa onde moramos verte muita água, sempre que chove. Pedia que a mamã nos ajudasse na melhoria da cobertura”, disse a idosa, momentos antes de receber uma cesta básica composta por farinha de milho, feijão, amendoim, óleo de cozinha, entre outros produtos.

Em resposta ao pedido, a Primeira-dama disse que o Governo e o Gabinete que dirige vão continuar a prestar apoio, material e moral, para que a idosa continue a desempenhar, com dedicação, a tarefa de cuidar os netos.

“Estamos preocupados com a avó e com as crianças, mas também ouvimos, com muita atenção, as suas preocupações. Estamos satisfeitos com a sua coragem. A nossa atenção vai continuar a ser para grupos mais necessitados, com vista ao seu empoderamento”, disse.

 

Durante a sua visita à cidade de Maputo, Isaura Nyusi manifestou a sua preocupação com os cancros de mama, colo do útero e da próstata, bem como a problemática do consumo de álcool, estupefacientes e o HIV/SIDA na juventude, lançando apelo para a prevenção destes males na sociedade.

Fonte:http://www.jornalnoticias.co.mz/index.php/politica/67060-gabinete-da-primeira-dama-maior-atencao-aos-grupos-carenciados.html

Leave a Reply

Your email address will not be published.