“Enquanto os insurgentes recuavam em direção à fronteira com a Tanzânia, um total de 30 foram supostamente mortos pelos homens do Ruanda. No final da tarde, as RDF ainda patrulhavam as áreas florestais ao redor de Afungi”, escreve a Carta contando suas fontes. A mesma informação foi divulgada pelo jornal sul-africano, Daily Maverick, nesta quarta-feira.Confrontado com esta notícia, em conferência de imprensa, o porta-voz do Ministério da Defesa Nacional, Omar Saranga, não confirmou, mas também não desmentiu.“Esse é um objectivo operacional a que não posso responder. Quem pode responder é o comandante da força. Neste momento, o inimigo pode estar atento às nossas acções para entender a direcção que iremos tomar. Sobre onde estará o comando geral da tropa nada posso referenciar”, disse o porta-voz, conforme é citado pelo jornal O País.Fonte: Moz-infronews

Fonte: Folha de Maputo

Leave a Reply

Your email address will not be published.