UMA missão do corpo técnico do Fundo Monetário Internacional (FMI) deverá visitar Moçambique de 10 a 19 de Julho para discutir os resultados da auditoria com as autoridades e possíveis medidas de seguimento, incluindo trabalhar com o nosso país para abordar preocupações relacionadas com a gestão de recursos públicos.

Num comunicado emitido sábado em reacção à divulgação, pela Procuradoria-Geral da República, do sumário executivo do relatório da auditoria independente, o FMI fez saber que a referida missão também aproveitará a visita a Maputo para reavaliar a situação macroeconómica e discutir as prioridades das autoridades relativas ao Orçamento de 2018.

“O FMI saúda a PGR pelo comunicado de imprensa sobre o relatório de auditoria às empresas públicas Ematum, ProIndicus e MAM preparado pela Kroll, e a publicação de um sumário detalhado do mesmo. A publicação destes documentos constituiu um passo importante para maior transparência relativamente aos empréstimos destas três empresas públicas que totalizam dois mil milhões de dólares”, refere o FMI.

Já a Embaixada da Suécia em Moçambique, o seu país, na qualidade de financiador do processo de auditoria independente, acolhe com satisfação a publicação pela Procuradoria-Geral da República do resumo detalhado do relatório elaborado pela empresa Kroll, referente à Ematum SA, ProIndicus SA e MAM SA.

“O relatório de auditoria internacional e independente proporcionará factos e transparência a respeito dos empréstimos contraídos pela Ematum SA, ProIndicus SA e MAM SA, e servirá como contributo para o processo de responsabilização liderado pela Procuradoria-Geral da República”, referiu.

Fonte:http://www.jornalnoticias.co.mz/index.php/politica/68894-fmi-e-suecia-saudam-divulgacao-do-relatorio-da-auditoria.html

Leave a Reply

Your email address will not be published.