O g1 mostra quais são os atrativos que mais chamam a atenção dos turistas que escolhem a região. Dunas no Jalapão
Divulgação/Gêmeos Tour Jalapão
Cachoeiras, dunas, rios e paisagens ‘instagramáveis’ de tirar o fôlego. Assim é a região do Jalapão, que atrai visitantes durante todo o ano. O fluxo é maior durante a alta temporada, que vai de maio a outubro. Mas tem quem prefira a baixa temporada, já que esse é o período em é possível aproveitar os atrativos sem enfrentar filas.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Em novembro, a região foi palco de descanso para influenciadores e artistas. A cantora de funk Lexa e a influencer Leandrinha Du Art são algumas das personalidades que passearam pelo serrado acompanhadas de seus amores e amigos neste ano.
Mas qual o encanto do Jalapão? Com ajuda do guia de turismo e turismólogo Warley Rodrigues Araújo, o g1 te explica quais são os atrativos que mais chamam a atenção dos turistas, sejam eles famosos ou não.
LEIA TAMBÉM:
Paraíso no meio do Cerrado e destino queridinho dos famosos: Saiba quanto custa viajar pelo Jalapão
Dunas
Paisagem das dunas
Divulgação/Warley Araujo – Gêmeos Tour Jalapão
De acordo com Warley, se trata de uma erosão formada por rochas de arenito que formam a Serra do Espírito Santo. Com a ação do tempo, a areia sempre fica no mesmo local, formando as dunas do cerrado. As dunas possuem areia em um tom alaranjado, árvores de buritis e poças d’água ao redor.
Fervedouros
São nascentes de rios subterrâneos que não encontram local de vazão e brotam em poços. Os fervedouros são as maiores atrações do Jalapão já que que por causa da pressão da água, os banhistas não afundam. Há algumas regras para as visitações, como o número limitado de visitantes por vez, para evitar a degradação do ambiente. (Assista vídeo abaixo com as regras)
Veja detalhes de alguns dos fervedouros da região:
Buriti – Fica dentro de uma propriedade particular e muito requerido pelos turistas por ter o formato de um coração. Possui estrutura com deck e escada para facilitar a entrada.
Rio Sono – Geralmente é ponto de parada no meio do passeio, na hora do almoço, conforme os roteiros ofertados pelo guia. Por ser um fervedouro com micronascentes com grau menor de pressão, a sensação de flutuar é menor que nos outros, explicou Warley.
Fervedouros são as atrações do Jalapão
Divulgação/Warley Araujo – Gêmeos Tour Jalapão
Buritizinho – Possui capacidade menor que os outros fervedouros, de até seis pessoas. Nos demais, podem visitar dez pessoas por vez.
Macaúbas – Um dos fervedouros que possui pressão de água mais forte do Jalapão.
Bela Vista – Um dos mais famosos a serem visitados, tanto por parte da nascente como do próprio poço.
Saiba quais são as regas para preservar os fervedouros do Jalapão
Cachoeira do Formiga
Leva esse nome por ter grande quantidades de formigas em plantas que rodeiam a cachoeira. Também possui estrutura para facilitar a entrada nas águas esverdeadas e encantadoras da queda d’água mais famosa do Jalapão.
Cachoeira do Formiga é um dos atrativos buscados pelos turistas
Divulgação/Glerivan Martins – Expedições Tocantins
Pedra Furada
Um dos pontos turísticos mais famosos do Jalapão. A pedra com um buraco ao meio exibe uma das paisagens incríveis que dá para observar a formação do cerrado na região e registrar lindas fotos. De acordo com Warley, a estrutura se formou há milhares de anos partir da ação do vento e chuvas na pedra de arenito.
Pedra Furada rende muitas fotos
Divulgação/Glerivan Martins – Expedições Tocantins
Árvore dos Desejos
Ponto estratégico para que os turistas consigam tirar fotos, já que a paisagem conta com a serra do Espírito Santo ao fundo. No local também tem um barzinho onde os visitantes podem consumir bebidas e produtos regionais até dar o horário de entrar nas dunas pata ver o pôr do sol.
Árvore dos Desejos, no Jalapão
Divulgação/Warley Araujo – Gêmeos Tour Jalapão
Cânion Sussuapara
Atrativo mais próximo da cidade de Ponte Alta do Tocantins, o portal do Jalapão. Segundo o turismólogo, o local tem estrutura com banheiros e escada para atender os turistas. Leva esse nome por causa de um veado comum na região, chamado sussuapara.
Cânion Sussuapara é um dos atrativos da região
Divulgação/Warley Araujo – Gêmeos Tour Jalapão
Cânion Sussuapara, no Jalapão
Divulgação/Warley Araujo – Gêmeos Tour Jalapão
Parque encantado
Também com estrutura para atender os visitantes com refeições, o local é marcado pelo poço encantado, que consiste em um rio com pedras de arenito e até chegar a uma cachoeira, formam-se alguns buracos como se fossem ‘ofurôs’. Geralmente é o último atrativo a ser visitado nas viagens ao Jalapão.
Cachoeira no Parque Encantado
Divulgação/Warley Araujo – Gêmeos Tour Jalapão
Lagoa do Japonês
Também é um dos destinos mais procurados pelos visitantes. A lagoa com água cristalina com fundo azulado fica em uma propriedade particular e segundo o guia, ganhou esse nome porque um dos proprietários que tinha posse do local era de origem asiática. Também tem uma estrutura de deck e escadas de madeira para facilitar a entrada. Possui restaurante, banheiros, área de lazer e até espaço para armar redes.
Vista da Lagoa do Japonês
Divulgação/Glerivan Martins – Expedições Tocantins
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *