Grafite descoberto permitirá à empresa produzir um produto de qualidade elevada a um preço reduzido

A mineradora Mustang Resources acaba de anunciar uma “descoberta espectacular de grafite de alta qualidade” no projecto Caula, na província de Cabo Delgado. A informação consta de um comunicado emitido pela empresas australiana, no qual o respectivo director-geral, Christian Jordaan, é citado no comunicado afirmando que o grafite descoberto vai permitir à empresa produzir um produto de qualidade elevada a um preço relativamente reduzido, aumentando as margens de comercialização e protegendo a actividade da volatilidade dos preços.

Cinco furos de prospecção realizados pela Mustang Resources permitiram encontrar concentrações de grafite até 26%, com uma média de 15,9% desde 10 metros até 65,68 metros de profundidade.

Os materiais obtidos com a realização deste cinco furos de prospecção vão ser enviados por um laboratório de Perth, Austrália, a fim de se proceder à avaliação das suas características metalúrgicas.

A grafite tem importantes aplicações na indústria: fabricação de tijolos e peças refratárias, cadinhos para as indústrias de aço, latão e bronze, lubrificantes sólidos ou a base de óleo e água, tintas para protecção de estruturas de ferro e aço, cátodos de baterias alcalinas, escovas de motores eléctricos, eléctrodos de lâmpadas eléctricas de arco voltaico, entre outras.

Uma das aplicações mais importantes da grafite é na fabricação do lápis, e da lapiseira. Misturado com argila muito fina forma a mina do lápis, com diversos graus de dureza.

A Mustang Resources, empresa cotada na Bolsa de Valores da Austrália, está envolvida na prospecção de rubis igualmente na província de Cabo Delgado, no denominado Projecto de Rubis de Montepuez.

 


Fonte: O Pais -Economia

Leave a Reply

Your email address will not be published.