A empresa pública, Electricidade de Moçambique (EDM) diz já ter feito de Janeiro a Setembro em curso 181 mil novas ligações, número que corresponde a 60.3% da meta anual que é de 300 mil novas ligações. Até o final de 2021, a empresa desafia-se a efectuar 119 mil novas ligações em todo o país para alcançar a meta.

 

O Presidente do Conselho de Administração (PCA) da EDM, Marcelino Alberto garantiu esta quarta-feira (22), o alcance da meta anual prevista, de levar energia a 300 mil novos clientes em todo o país, apesar de percalços como a época chuvosa 2021/2022.

 

Para a concretização desse desiderato, a EDM conta com recursos próprios e do impulso do Programa Energia Para Todos (ProEnergia) financiado por vários parceiros nomeadamente Banco Mundial, União Europeia, Noruega e Suécia. Segundo Alberto, no âmbito do ProEnergia, serão efectuados este ano 250 mil novas ligações. Com fundos próprios, a EDM prevê fazer 50 mil novas ligações este ano.

 

“Neste momento já foram efectuadas 181 mil novas ligações. Com esses dados, a taxa de electrificação do país passou em 2020, de 35%, ano em que foram efectuadas 237 mil novas ligações, para 40%. A meta do quinquénio é alcançar, até 2024, uma taxa de electrificação de 64% através da Rede Eléctrica Nacional com a contribuição dos Sistemas Isolados”, detalhou o PCA da EDM.

 

Alberto deu a entender que a EDM teria já ultrapassado as 181 mil novas ligações, se obstáculos de vária ordem não tivessem retardado a empresa. Não precisou quais, mas sabe-se que o terrorismo foi um dos grandes empecilhos da EDM. Destruiu o sistema eléctrico na província de Cabo Delgado, tendo levado a empresa a acumular um enorme prejuízo e, consequentemente realocados fundos que eram para efectivação de novas ligações para suprir o impacto causado.

 

Refira-se que, desde 11 de Dezembro de 2020, não é cobrada a taxa de ligação de 3.500 Meticais para cada novo cliente. Com a supressão dessa taxa, a EDM deixou de embolsar anualmente cerca de 10 milhões de USD. Ainda assim, no âmbito do ProEnergia, a EDM desafia-se a efectuar mais de 300 novas ligações por ano, com vista a atingir o acesso universal até 2030. (Evaristo Chilingue)

Fonte: Carta de Moçambique

Leave a Reply

Your email address will not be published.