Dois jornalistas franceses foram condenados a um ano de prisão, com pena suspensa, por terem tentado chantagear o Rei de Marrocos, Mohammed VI, em 2015, exigindo dinheiro em troca da não publicação de um livro descrito como “explosivo”.

Os jornalistas terão, porém, de pagar uma multa de 10.000 euros (inicialmente estava pedido o pagamento de 15.000 euros).

A decisão, decretada pelo Tribunal Penal de Paris, vai ser alvo de recurso, com os advogados dos jornalistas a defenderem que os seus clientes nunca tentaram chantagear Mohammed VI, embora tenham reconhecido terem cometido um “erro ético” ao aceitar uma proposta de acordo financeiro de Rabat.

Já autores em 2012 de um livro sobre Mohammed VI, intitulado “O Rei Predatório”, Eric Laurent e Catherine Graciet tinham assinado um contrato com a editora Le Seuil para um segundo volume sobre o mesmo assunto.

Leia mais…

Fonte:Jornal Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *