Published On: Thu, Jul 2nd, 2020

Dívida pública de Moçambique cresce 6% no primeiro trimestre de 2020

stock total da dívida pública, no primeiro trimestre do corrente ano, foi de 806,832.56 milhões de Meticais, tendo representado um crescimento de 6% (cerca de 44,717.61 milhões de Meticais) em relação ao primeiro trimestre de 2019, devido ao aumento da dívida interna (que se situou em 170,800.48 milhões de Meticais) com destaque aos Bilhetes de Tesouro (60%) que foram emitidos para fazer face ao défice de tesouraria corrente.

 

A informação consta do Boletim Trimestral da Dívida Pública, publicada esta segunda-feira (30 de Junho) pelo Ministério da Economia e Finanças (MEF). Do stock total da dívida pública, o Boletim explica que 9,871.68 milhões de USD é referente à componente externa (por isso expressa em Dólares), dos quais 4,386.71 milhões de USD (44%) são referentes aos credores multilaterais e 5,484.96 milhões de USD, (56%) aos bilaterais.

 

“Relativamente ao primeiro trimestre de 2019, verificou-se um crescimento de 0.5% cujo stock foi de 9,826.92 milhões de USD, dos quais 4,363.40 milhões de USD para os credores multilaterais e 5,463.52 milhões de USD para os credores bilaterais”, detalha a fonte.

 

Desembolsos

 

No período em análise, o valor total desembolsado pelos credores foi de 81.26 milhões de USD, destinados em grande medida ao sector de estradas e pontes (30%), águas (20%) e transporte (18%). Esses desembolsos provêm principalmente de credores multilaterais como Banco Mundial (46%) e Fundo Africano de Desenvolvimento (13%), e para os bilaterais, Exim Bank da China (25%) e Japão (13%). Relativamente ao período homólogo de 2019, a nossa fonte revela que o valor desembolsado foi de 69.01 milhões de USD, representando um acréscimo de 18%.

 

Acordos assinados

 

O Boletim refere que, no primeiro trimestre de 2020, foram assinados dois acordos de crédito concessionais com o Fundo Africano de Desenvolvimento para o financiamento dos Projectos de Promoção de Aquacultura de Pequena Escala (PRODAPE) e para o Projecto de Desenvolvimento da Cadeia Agro-Alimentar Inclusiva (PROCAVA) no total de 17 milhões de USD.

 

Comparativamente ao período homólogo de 2019, o MEF recorda que foram assinados dois acordos de crédito com o Fundo da OPEP para o Desenvolvimento Internacional, para o projecto de Construção do Porto de Pesca de Angoche, no valor de 12 milhões de USD e com o Exim Bank da Índia, para o Projecto de Abastecimento de Água nas Províncias de Manica, Sofala, Zambézia e Nampula, no valor de 38 milhões de USD. (Evaristo Chilingue)

Fonte: Carta de Moçambique

Leave a comment

XHTML: You can use these html tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Compre e Venda

Vendas Online