O diesel passa a custar mais caro que a gasolina a partir de amanhã. O litro do gasóleo aumentou nove Meticais e passa a custar, a partir deste sábado, 87,97 Meticais. O preço do gás de cozinha também disparou. Uma botija de 14 quilogramas passa a custar 1428 Meticais.

Os novos preços, que entram em vigor amanhã (sábado), foram tornados públicos esta tarde pela Autoridade Reguladora de Energia. Segundo a instituição pública, os preços a serem praticados a partir de amanhã ainda não são os que satisfazem as gasolineiras.

O gasóleo é vendido, até ao fim do dia de hoje, por 78,97 Meticais, passando, a partir de amanhã, a custar ao bolso do cidadão 87,97 Meticais. Já o quilograma de gás de cozinha, que hoje é vendido a 85,53 Meticais, a partir de amanhã, passa a custar 102,02 Meticais por quilograma.

Portanto, quem adquiria uma botija de gás de 11 kg dos fornecedores oficiais, normalmente as bombas de gasolina, a 940,83 Meticais até hoje, a partir de amanhã, terá de gastar 1122,22 Meticais com a mesma quantidade, um agravamento de preço de 181,39 Meticais.

Os outros combustíveis também aumentaram. A gasolina, que até hoje custa 83,30 Meticais por cada litro, a partir de amanhã, passa a ser vendida a 86,97 Meticais, um aumento de 3,67 Meticais. Já o preço do petróleo de iluminação sobe de 71,48 para 75,58 Meticais o litro, mais 4,10 Meticais.

O preço do gás veicular aumentou 3,16 Meticais, passando a custar, dentro de sete horas, 43,73 Meticais. Estes aumentos são explicados pela guerra na Ucrânia, que fez com que a Rússia, um dos principais fornecedores de combustíveis a nível mundial, fosse sancionada por vários países.

Com as sanções impostas à Rússia, aquele país viu-se obrigado a deixar de fornecer combustíveis a várias empresas, algumas das quais fornecem combustíveis diversos a Moçambique. Sendo assim, a procura pelos combustíveis aumentou; a oferta reduziu e o custo de aquisição subiu devido à carência.

Fonte:O País

Leave a Reply

Your email address will not be published.