A poetisa Deusa d’África irá apresentar o seu mais recente livro, Cães à estrada e poetas à morgue, aos leitores da Cidade de Xai-Xai, no dia 30 de Junho.

Depois de o ter lançado na Cidade de Maputo, Deusa d’África irá apresentar o seu mais recente livro, Cães à estrada e poetas à morgue (poesia), na Cidade de Xai-Xai. A cerimónia de apresentação está marcada para dia 30 deste mês, às 16 horas, no Átrio do Conselho Municipal da capital da Província de Gaza.

Cães à estrada e poetas à morgue foi prefaciado pela professora universitária brasileira, Vanessa Riambau Pinheiro, para quem “os versos da poeta Deusa d’Africa desautomatizam a linguagem e causam estranhamento, vê uma função dialética com o poder de inaugurar, também o tem de destruir, a sua actividade poética é revolucionária por natureza; exercício espiritual, é um método de libertação interior”.

De acordo com Vanessa Riambau Pinheiro, a poesia Cães à estrada e poetas à morgue revela este  mundo e cria outro. “Ciente deste poder regenerador da poesia, a lírica de Deusa d’África vaticina. Outros teóricos, como Ezra Pound, prescrevem a necessidade do tratamento directo do tema como factor intrínseco ao bom poema. Também assim pode ser a lírica de Deusaque relata casos como o ciclone Idai, em 2019”.

A estudiosa brasileira, muito interessada pela literatura moçambicana, escreve ainda, no prefácio do livro, que na escrita da poetisa moçambicana há influência da oralidade na constituição da linguagem poética e a recorrência da pertença local, um importantíssimo elemento de subversão canónica, segundo acredita, fundamental para a inovação da literatura moçambicana, contestação e denúncia.

Além de Cães à estrada e poetas à morgue, Deusa d’África é autora de A voz das minhas entranhas (poesia), Equidade no reino celestial (romance) e Ao encontro da vida ou da morte (poesia). A poetisa também participou em antologias, além de exercer a função de Coordenadora-Geral da Associação Cultural Xitende, com sede em Xai-Xai.

Em Xai-Xai, o livro Cães à estrada e poetas à morgue, editado pela Alcance Editores, será apresentado pelo escritor Andes Chivangue.

Fonte:O País

Leave a Reply

Your email address will not be published.