Um cidadão de nacionalidade brasileira foi detido nesta Segunda-feira (20), no Aeroporto Internacional de Mavalane, na posse de 4.2 quilogramas de drogas do tipo cocaína, escondida numa mala. Conforme foi revelado no local, a droga estava disfarçada em pequenos embrulhos como se fossem doces do tipo bombons. Apresentado à imprensa, o cidadão disse que não sabia que a mala continha drogas, uma vez que foi-lhe dada por um suposto amigo que ter-lhe-á dito que a mesma era uma encomenda para a mãe.

 

Na ocasião, o “pombo-correio” pediu desculpas ao povo moçambicano e disse que era a primeira vez que vinha ao país e que pretendia ficar por 14 dias fazendo turismo. Questionado sobre quem era o dono da encomenda, ele respondeu que o amigo disse-lhe que estaria alguém no Aeroporto com um táxi para levar a encomenda.

 

De referir que este é mais um cidadão de nacionalidade brasileira a ser detido no Aeroporto Internacional de Maputo transportando drogas do mesmo modo. Em Junho de 2019, uma cidadã na altura com 24 anos de idade, que responde pelo nome de Ariane Monteiro de Aragão, foi detida por transportar 5.4 quilogramas de cocaína embrulhada em “bombons”. Ariane viria a ser condenada em Maputo a 17 anos de prisão efectiva. (O.O.) 

Fonte: Carta de Moçambique

Leave a Reply

Your email address will not be published.