Faltam cerca de 20 dias para se pagar as prestações das dívidas da Proindicus e MAM

O ministro da Economia e Finanças diz que ainda não há uma data específica para a conclusão do processo de renegociação das dívidas da Ematum, Proindicus e MAM. Esta informação é avançada quando faltam cerca de 20 dias para se pagar as prestações das propaladas dívidas “ocultas” da Proindicus e MAM.

“O processo está em curso. Vão dar progresso e vamos esperar até ter a posição definitiva. Neste momento, é o máximo que posso dizer. As negociações sempre têm isto, conversa e nunca é conclusivo. E se nós chegarmos nessa data, como o fizemos, quando chegar a vez de dizer que não vamos ter, essa informação vai ser pública”, diz Maleiane.

Caso não se consigam pagar as prestações das dívidas das duas empresas ainda este mês, estas acumulam-se e passam a ser três, duas da MAM e uma da Proindicus.

Em Fevereiro, o Governo falhou o pagamento da dívida da Ematum, meses depois de ter conseguido renegociá-la. Outra prestação atrasada é da MAM, de Maio de 2016.

Maleiane considera prematuro adiantar os resultados das actuais renegociações das dívidas. “É irrelevante, neste momento, estar a antecipar qualquer resultados dessas negociações. O que eu lhe posso dizer é que todas as prestações, da MAM, Proindicus e de todos outros credores comerciais estão no pacote da negociação que eu fui explicar a todos credores em Londres, em Outubro. E até agora é ver o novo cenário, quais são os novos prazos se chegar a essa conclusão, vamos manter ou não vamos. Isto é o que o Governo está à espera desses profissionais que nós contratamos”, diz o ministro da Economia e Finanças.

A dívida que o Governo apresentou em Outubro de 2017 representa 17 por cento de toda a dívida que o Estado tem. Já o serviço da dívida representava 50 por cento da toda a dívida, daí a necessidade de renegociação para poder ser enquadrada no orçamento de 2017. Maleiane acredita que as empresas internacionais contratadas pelo Governo para negociarem as dívidas com os credores vão trazer resultados positivos ao país.

 


Fonte: O Pais -Economia

Leave a Reply

Your email address will not be published.