Os agentes da Agência de Segurança nos Transportes do aeroporto John F. Kennedy, em Nova Iorque, foram surpreendidos durante a revista das malas, após a máquina de raio-X ter detectado a presença de um gato numa das bagagens.

Lisa Farbstein, porta-voz da Agência de Segurança nos Transportes (TSA, na sigla em inglês), adiantou à agência Associated Press (AP) que um gato foi descoberto em 16 de Novembro, dentro de uma mala naquele aeroporto.

Um dos agentes de serviço naquele dia notou pêlos alaranjados a saírem de dentro de uma mala ligeiramente aberta.

Quando a bagagem passou pela máquina de raio-X, o agente da TSA teve uma surpresa, ao ver nas imagens quatro patas e um rabo, que pertenciam a um felino clandestino.

Leia mais…

Fonte:Jornal Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *