Para a CTA, a reabertura das praias e a retoma sem restrições dos horários de estabelecimentos comerciais vai dar “um ar fresco” aos empreendimentos e trazer “esperança de uma retoma gradual das atividades”, lê-se numa nota publicada no portal da confederação, citada pelo “Notícias ao Minuto”.”Esta decisão do Presidente da República vem motivar a retoma do setor de turismo”, frisou a CTA.As principais praias moçambicanas estavam interditas desde 06 de outubro para prevenir aglomerados que disseminassem a covid-19, uma medida contestada pela CTA que a considerou “um obstáculo à retoma do turismo”.Na nota, os patrões moçambicanos avançaram que vão continuar com ações, visando fortalecer o setor, referindo que o alívio das restrições resulta de “um bom diálogo” entre o pelouro do turismo e o Governo.Na passada quarta-feira, o Presidente da República, Filipe Nyusi, aliviou as restrições de prevenção da covid-19, tendo, entre outras, reduzido de 14 para sete o número de dias de quarentena domiciliar obrigatória.Moçambique tem um total acumulado de 2.146 mortes e 221.432 casos de covid-19, dos quais 196.850 recuperados e 131 internados.

Fonte: Folha de Maputo

Leave a Reply

Your email address will not be published.