TRÊS indivíduos com idades entre 24 e 25 anos estão a contas com as autoridades na 12.ª Esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM), no bairro de Mavalane, desde quarta-feira, acusados de venda e consumo de drogas.

Os envolvidos, interpelados numa das “bocas de fumo” existentes no bairro Mafalala, na cidade de Maputo, assumem ser consumidores de “cannabis sativa”, mas recusam que sejam vendedores de drogas.

Dois dos integrantes do grupo, por sinal amigos, contam que a sua detenção apenas coincidiu com a operação policial, numa altura em que procuravam um suposto ladrão de telemóvel furtado no dia anterior.

Leia mais…

Fonte:Jornal Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published.