Ungulani Ba Ka Khosa, Juvenal Bucuane, Teresa Noronha, Álvaro Fausto Taruma, e Lénio Ussivane participam no evento organizado pelo Conselho Municipal de Maputo.

 

A Feira do Livro de Maputo vai deslocar-se pela primeira vez a Inhaca, para a realização de mais uma actividade denominada Festa do Livro de KaNyaka. A primeira edição deste encontro literário, promovido pela Vereação da Cultura e Turismo do Conselho Municipal de Maputo, acontece nos dias 6, 7 e 8 de Novembro de 2021 e leva a Inhaca vários nomes de relevo da literatura moçambicana.

O evento vai decorrer sob o lema A história do futuro se escreve na Ilha e a Festa do Livro de KaNyaka é um polo da Feira do Livro de Maputo, com o propósito de inserir o distrito municipal na rota do livro e da leitura de Moçambique e do mundo.

De acordo com o Município de Maputo, a festa literária traduz-se na deslocação e participação de editores, escritores, professores, dinamizadores de leitura e artistas moçambicanos à ilha de Inhaca, onde participarão na Feira do Livro e de Biodiversidade, nos diferentes painéis de apresentação, visita às escolas, palestras, residência literária e oficinas de escrita e ilustração, para além de diálogos entre os participantes, ofertas e lançamento do livro de contos e lendas de Inhaca. Pela primeira vez, os munícipes de Inhaca terão a oportunidade de trocar ideias com os escritores, aprofundar o intercâmbio literário e promover os hábitos de leitura e escrita “através da cultura”.

A nota de imprensa do Conselho Municipal de Maputo destaca que a abertura oficial do evento será presidida pelo Presidente do Conselho Municipal de Maputo, Dr. Eneas Comiche. Por seu turno, o escritor Juvenal Bucuane irá proferir a palestra inaugural subordinada ao tema “Literatura e Biodiversdade: a ilha de Inhaca como centro do mundo”.

Para a organização, o encontro que vai priorizar o diálogo entre a literatura e a biodiversidade tem como objectivos: formar leitores e incentivar a leitura, aproximando o público do conhecimento amplo que os livros proporcionam; garantir o acesso aos livros, oferecendo assim, a oportunidade de ampliar a cultura, o conhecimento por meio de lazer e entretenimento; despertar no público infanto-juvenil o interesse pela leitura, pela ciência e pelas artes através de práticas lúdico-pedagógicas e oferta de actividades culturais; e apresentar as actividades desenvolvidas em prol do livro e da leitura para a comunidade, os alunos e outras instituições do distrito municipal. “Esta actividade surge na sequência de um encontro havido com os professores de Inhaca em 2020, quando fazíamos uma análise conjunta sobre os resultados do Concurso Literário da Feira do Livro de Maputo, que temos enviado, anualmente, para a participação dos alunos daquele distrito municipal, onde estes justificavam a falta comparência nestas actividades devido as condições logísticas para se fazer ao continente”, anunciou Isabel Macie, Vereadora do Pelouro da Cultura e Turismo.

A Festa do Livro de KaNyaka tem como parceiros já assegurados, instituições tais como: Escola Portuguesa de Maputo, AMOCINE, BIOFUND, AMOLP, ANAC, IMPACTO e Estação de Biologia Marítima de Inhaca. A lista das personalidades do mundo das letras moçambicanas que deverão estar presentes em Inhaca para reflexões e debates literários é composta por cinco participantes, nomeadamente, Ungulani Ba Ka Khosa, Teresa Noronha, Álvaro Fausto Taruma, Juvenal Bucuane e Lénio Ussivane. A curadoria é assegurada pelo poeta Amosse Mucavele.

 

Fonte:O País

Leave a Reply

Your email address will not be published.