A União Desportiva de Songo foi incapaz de marcar um único golo na pré-eliminatória da Taça da Confederação Africana de futebol(CAF) e foi eliminada pelo Platinium Stars FC, da África do Sul, com um agregado de 0 a 2.

Após a derrota há uma semana por 1 a 0 os “hidroeléctricos” precisavam de marcar dois golos para continuarem a inscrever o seu nome numa competição africana de clubes, porém a equipa treinada por Chiquinho Conde entrou amedrontada, sem ideias para construir jogadas de ataque e deixou os sul-africanos controlarem o ritmo do jogo saindo para o intervalo com um nulo que lhes garantia o apuramento.

A União só acordou nos 45 minutos derradeiros, enfim as jogadas atacantes começaram a acontecer mas lá na frente os avançados ou não tinham a pontaria afinada ou faltava força para rematar com selo de golo.

Com dez minutos para o final, com os “hidroeléctricos” instalados no meio campo adversário, um contra ataque rápido dos sul-africanos acabou com as chances da equipa moçambicana, o avançado Ndumiso Mabena surgiu nas costas da defesa, que ficou parada a ver a bola cruzar toda linha de baliza, e só teve de emendar para o fundo das redes confirmando o apuramento da sua equipa.

Desporto

Leave a Reply

Your email address will not be published.