eleiçoes15outubro

Um cidadão, identificado por José Dinis Mapanga, denunciou esquemas de nepotismo e clientelismo na contratação dos membros da Comissão Distrital de Eleições de KaNyaka, na Cidade de Maputo. A denúncia foi feita ao Provedor de Justiça, Isaque Chande.

 

De acordo com o ofício de pedido de esclarecimento enviado ao Presidente da Comissão Distrital de Eleições de KaNyaka pelo Provedor de Justiça e a que “Carta” teve acesso, datado de 8 de Agosto de 2022, Mapanga diz haver filhos e enteados na selecção dos candidatos à membro para o quadro daquele órgão eleitoral.

 

Segundo o queixoso, do recente concurso lançado para o efeito, o júri seleccionou directores de escolas, chefes de secretarias das escolas, familiares do Primeiro Secretário da Frelimo naquele ponto do país e até de empresários que prestam serviços àquela instituição.

 

“Carta” não conseguiu falar com o Presidente da Comissão Distrital de Eleições de KaNyaka para apurar como foi realizado o concurso, no entanto, a resposta ao pedido de Isaque Chande deverá ser submetida até ao próximo dia 23 de Agosto, próxima terça-feira. (Carta)

Fonte: Carta de Moçambique

Leave a Reply

Your email address will not be published.