A Central Termoeléctrica de ciclo combinado a gás natural continua a jogar papel decisivo na segurança energética das regiões metropolitanas de Maputo e Matola, fruto de uma gestão virada para resultados.

Com capacidade para geração de 106 megawatts (MW), com recurso a gás vindo de Temane, província de Inhambane, a unidade injecta directamente na rede eléctrica nacional toda a sua produção, de cerca de 100 MW, contribuindo, dessa forma, para colmatar em quantidade e qualidade a necessidade energética da zona Sul do país.

Apontado como o coração da distribuição de energia para a região de Grande Maputo, a unidade de geração melhorou a qualidade de energia, uma vez que a fonte de alimentação principal vem da Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB), com perdas acentuadas, tendo a central contribuído para estabilização e dando maior robustez ao sistema eléctrico.

O desempenho satisfatório da termoeléctrica foi abordado, em entrevista à AIM, pelo chefe da central, Lourenço Macau.

Leia mais…

Fonte:Jornal Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *