O ministro do Interior moçambicano disse ontem que o Governo suspeita haver um núcleo que produz desinformação para denegrir as Forças de Defesa e Segurança (FDS), na sequência da divulgação de vídeos de tortura e brutalidade nas redes sociais.

 

“Estamos num processo investigativo para identificar qual é o núcleo, onde é que se encontra o núcleo de preparação desses vídeos”, referiu Amade Miquidade, após a reunião de hoje do Conselho de Ministros.

 

Em causa está a divulgação de vídeos nas redes sociais onde homens com farda igual à das forças moçambicanas e supostamente em ação em Cabo Delgado, norte do país, torturam, abatem e cometem outros atos violentos contra civis e homens armados.

 

O cenário de fundo é o conflito que há três anos afeta a província opondo as FDS e insurgentes classificados como terroristas.

 

“Queremos aqui aclarar que os terroristas envergam fardamento idêntico ao que usam as FDS”, referiu o ministro, detalhando que “o que os identifica, entre eles, é que nas suas incursões colocam sinais para que se conheçam”, mas “retiram-nos” para “realizar a sua propaganda contra as forças moçambicanas”.

 

“Fazem vídeos para promover uma imagem de atrocidade provocada por quem defende o povo”, sublinhou. (Lusa)

Fonte: Carta de Moçambique

Leave a Reply

Your email address will not be published.