Ocaso ocorreu em Uttar Pradesh, o Estado indiano mais populoso.”Até o momento, 25 pessoas morreram e algumas outras foram hospitalizadas e estão sob tratamento. Dez pessoas foram detidas”, disse à agência noticiosa AFP Ajab Singh, porta-voz da polícia.Segundo os ‘media’ locais, o álcool foi comprado na passada quinta-feira numa loja gerida por dois irmãos.As lojas de bebidas alcoólicas no Estado de Uttar Pradesh foram fechadas como medida do confinamento imposto para combater a pandemia de covid-19, que matou cerca de 160.000 pessoas no país desde 1 de abril de 2020.O número de casos de contaminação começou a diminuir em Uttar Pradesh tendo sido autorizado a retoma da venda de álcool em alguns distritos no passado dia 11 de maio, com horário restrito.A forma como o álcool adulterado em questão foi produzido ainda não foi claramente determinada.Todos os anos centenas de pessoas morrem na Índia devido a álcool barato produzido em destilarias subterrâneas, acessível até mesmo aos mais pobres.Dos cerca de cinco mil milhões de litros de álcool consumidos anualmente no país, perto de 40% são produzidos ilegalmente, de acordo com a International Spirits and Wine Association of India.O metanol – uma forma altamente tóxica de álcool por vezes usada como anticongelante – é frequentemente adicionado ao álcool. Se ingerido, o metanol pode causar cegueira, danos ao fígado e morte.No ano passado, 98 pessoas morreram no Estado do Punjab, também no norte do país, por terem consumido álcool contrabandeado.E em 2019, cerca de 150 pessoas morreram no nordeste do Estado de Assam, a maioria trabalhadores de plantações de chá

Fonte : Folha de Maputo

Leave a Reply

Your email address will not be published.