Secretário diz que alargamento da Praia Central tem trazido mais visitantes à cidade. Na temporada passada, 1,3 milhão de turistas estiveram em Balneário Camboriú. Praia Central de Balneário Camboriú 1 ano após obra de alargamento, com degrau e lagoa
A Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico de Balneário Camboriú, no Litoral Norte catarinense, espera um crescimento entre 12% e 15% no número de turistas neste verão em relação à temporada passada. O secretário em exercício, Thiago Velasques, disse que o alargamento da Praia Central tem trazido mais pessoas à cidade.
A alta temporada em Balneário Camboriú abriu oficialmente no sábado (3). O secretário afirmou que os meses anteriores deram uma prévia otimista sobre o verão.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
“No inverno, tivemos bons números. O mês de outubro foi com boa ocupação hoteleira, já mostrou diferencial em relação à temporada passada”, disse. Segundo ele, 26 mil turistas chegaram à cidade em outubro, contando somente os que vieram de ônibus.
Para o réveillon, a rede hoteleira tem atualmente ocupação de 85%, e, para janeiro, 70%. “A gente gosta de frisar que a cidade vem se preparando para receber a demanda, entregando obras e planejamento dentro do cronograma”, afirmou o secretário.
Público na areia da Praia Central, em Balneário Camboriú, em 31 de dezembro de 2021
Felipe Sales/NSC TV
Na temporada passada, 1,3 milhão de pessoas visitaram Balneário Camboriú e taxa de ocupação da rede hoteleira ficou em 98% no réveillon de 2021 para 2022.
A projeção de crescimento é de até 15%, mas esse valor pode ser maior. O secretário cita que os turistas do Mercosul (em especial os argentinos) e os estudantes têm ajudado o número de visitantes a subir. Velasques também citou a situação da pandemia da Covid-19, já que não haverá restrições sanitárias.
Banhistas na Praia Central de Balneário Camboriú
Patrick Rodrigues/NSC
O secretário falou também sobre a abertura do Expocentro de Balneário Camboriú, que trouxa à cidade o público de feiras e exposições. “Não era tão grande antes porque não tínhamos estruturas [para receber essas pessoas]”, disse.
O maior fluxo de turistas deve ser de 26 de dezembro a 15 de janeiro, conforme o secretário. A alta temporada se estende até março.
Alargamento
A obra de alargamento da Praia Central também traz visitantes à cidade, conforme o secretário.
“Balneário Camboriú ficou muito em evidência no pós-alargamento. Os turistas que vieram antes estão se projetando para conhecer [a praia]. O turista que não conhecia ficou sabendo devido ao alargamento”, declarou.
O fim da obra completou um ano no sábado. Com a obra, a orla passou de 25 para 70 metros.
Lagoa aparece na Barra Sul na Praia Central de Balneário Camboriú
Ultimamente, o aparecimento de uma lagoa e um “degrau” tem chamado a atenção no local. Neste domingo (4), câmeras de monitoramento mostravam a água acumulada na praia, entre o mar e a calçada, na região da Barra Sul. Os fenômenos, alega a prefeitura, fazem parte do processo de estabilização da praia e já eram esperados.
Sáude
Mesmo com a disponibilização de vacinas, inclusive doses de reforço, os números da Covid-19 em Santa Catarina subiram no último mês.
Em 5 de novembro, eram 2.034 pacientes em fase de transmissão do vírus. No domingo (4), eram 13.872, segundo números do governo do estado.
O secretário disse que a Vigilância Epidemiológica acompanha a situação e que a cidade tem uma estrutura anexa ao Hospital Ruth Cardoso exclusiva para pacientes da Covid-19 e que haverá aumento do efetivo na Saúde durante a alta temporada.
Na Praia Central, novamente haverá o Centro de Controle Operacional, com várias secretarias, Polícia Militar, Guarda Municipal e profissionais da saúde para atender os visitantes.
VÍDEOS: Alargamento da faixa de areia em Balneário Camboriú
Veja mais notícias do estado no g1 SC



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.