Micro-organismo pode causar tipo raro e bastante letal de meningoencefalite. Na imagem, a Naegleria fowler, ameba entra pelo nariz e ‘viaja’ até o cérebro, onde destroi tecido cerebral
CDC (Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos)
Autoridades do Texas, nos Estados Unidos, emitiram alerta na noite de sexta-feira (25) para que os moradores de parte do estado evitem usar água da torneira por risco de contaminação por uma ameba conhecida como “comedora de cérebros”.
O alerta foi retirado na maior parte neste sábado e mantido em apenas uma região próxima a Lake Jackson, na região de Houston, onde o governo ainda considera que ainda há risco. A cidade com mais de 27 mil habitantes é a sede da estação de tratamento de água. A principal fonte da água que sai nas torneiras da região é o rio Brazos.
Autoridades avaliam qualidade da água em Lake Jackson, no Texas, após alerta de risco de contaminação por ameba
TCEQ/Reprodução
Em mensagem publicada nas redes nesta tarde, a Comissão de Qualidade Ambiental do Texas disse que está na região de Lake Jackson para coletar amostras da água e verificar a situação na cidade.
Initial plugin text
Ameba ‘comedora de cérebros’
Segundo autoridades sanitárias, o suprimento de água esteve em risco por causa da ameba Naegleria fowleri, um micro-organismo que causa uma doença rara e mortal chamada meningoencefalite amébica primária. O micróbio costuma entrar pelo nariz das pessoas infectadas e viaja pelo corpo até cérebro.
Geralmente, os casos mais comuns de infecção ocorrem em pessoas que nadam em lagos contaminados. Por isso, o alerta deste fim de semana é considerado raro, uma vez que essas amebas não costumam aparecer na rede de água.
Os últimos casos registrados de infecção por Naegleria fowleri pelos sistemas de fornecimento de água nos EUA ocorreram no estado de Louisiana em 2011 e 2013.
PLAYLIST: Notícias internacionais

@Verdade

Leave a Reply

Your email address will not be published.