MAIS de sete mil cidadãos carenciados tiveram assistência jurídica, no primeiro semestre, na cidade de Maputo.

A informação foi avançada, recentemente, pela representante do departamento de Assistência Jurídica e Judiciária na cidade de Maputo, Yolanda Paulo, na reunião do grupo técnico de Direitos Humanos e da população-chave, que juntou o sector público, sociedade civil e parceiros de cooperação.

“Ao todo são 7153 cidadãos economicamente carenciados que beneficiaram desta assistência, 54,4 por cento dos casos ligados aos direitos humanos”, disse.

Leia mais…

Fonte:Jornal Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published.