Tchakaze e o Grupo Tufo da Mafala participam, em Abril proxímo, no Festival Makoti, no reino de e-Swatini. Os artistas prometem dar o melhor de si para representar o país.

Pela segunda vez consecutiva, artistas moçambicanos irão desfilar no Festival Makoti, evento internacional que vai juntar, no mesmo espaço, músicos, estilistas e profissionais ligados à gastronomia

Tchakaze promete não fugir à regra nem ao tema. A artista leva a Eswatine o alcance da sua voz na luta pela defesa dos direitos da mulher, que afinal, condiz com os significado do Makoti.

“Participar do Festival Makoti vai ser um prazer. Vou carregar comigo ritmos tradicionais, para além das mensagens que j’a falam e são contra qualquer tipo de violência, então esperem muita energia ” prometeu.

O experiente grupo de canto e dança Tufo da Mafalala, que já se exibiu em vários eventos internacionais na Argélia, Brasil e África do Su entre outros, promete deixar de lado a idade quando o assunto – é enaltecer a cultura moçambicana. “Nós somos velhas mas quando o assunto é dança, somos boas dançarinas” falou a representade do grupo.

Por sua vez, os anfitriões do Makoti elogiam a diversidade cultural moçambicana, que, segundo os mesmos, tem muito em comum com Eswatini. Ilka Penboy, organizador do Makoti trouxe consigo uma comitiva que inclui uma poetisa e uma estilista residentes do festival, em suas palávras, disse: “Nós definitivamente apreciamos a hospitalidade moçambicana e convidámo-los porque amamos a sua cultura. A distância entre fronteiras existe mas nós queremos compartilhar culturas e abracá-las”.

Makoti é um evento famíliar e vai decorrer a 27 de Abril nas montanhosas zonas do reino do Eswatine onde Moçambique terá um “stand” para exposição de mais produtos.

Fonte:O País

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *