Artistas imortalizam Bob Marley através do Festival de Reggae

Bob Marley é reconhecido como o pai do reggae no mundo e, através das suas músicas, foi partilhando a cultura de paz, amor, compaixão e a ideia de um mundo melhor. Por isso, para imortalizar a sua vida e obra, anualmente, o Roots Crib, com a produção dos the Groove Makers, junta os melhores fazedores de reggae nacional para um concerto, workshop, exibição de documentário, feira de gastronomia e artesanato e outras exibições culturais.

A acontecer pelo terceiro ano consecutivo, o Bob Marley Reggae Festival terá lugar no Parque Marginal, em Maputo, no dia 3 de Março, a partir das 12h00.

Trata-se de um evento que vai contemplar dois momentos: das 12h00 às 18h00 haverá workshop sobre as origens e a essência do rastafári com a coordenação da Comunidade Nyabingh, projecção de um documentário sobre vida e obra de Bob Marley, bem como algumas apresentações culturais; já das 18h00 em diante haverá o espectáculo propriamente dito com mais de 20 artistas em palco. O evento servirá para promover o conhecimento do rastafári e desmistificar sua associação ao tráfico de drogas.

Estará em palco uma grande nata de fazedores de reggae nacional: as bandas Colectivo Reggae, Nyambigh Drums e Axicunda. Quanto a performances individuais, o palco vai receber nomes como Bug Shagan, Might Vibration, Rodhalia, Roots, Ras Tosh, Ras Tony, Ras Ito, Ras Pacifico, Pika, Ducha Lichucha, Red Eye e Ras Soto.

Mais do que música, pretende-se um evento transversal dirigido a todas as classes sociais e idades, em que, obviamente, juntará amantes e apreciadores de música reggae e dance hall, mas também empreendedores artesanais e investigadores ou os interessados em aprofundar a cultura rastafári, um modo de vida que vai ganhando seu espaço em Maputo.

 

Fonte:O País

Leave a Reply

Your email address will not be published.