“Nós vamos expulsar os funcionários envolvidos em actos ilícitos. Aquele que atender mal o nosso doente não pode continuar no sector de saúde, porque não honra o nosso lema que é “O nosso maior valor é a vida”, afirmou Tiago, citado pelo Jornal Notícias.O governante falava na província de Nampula, durante a cerimónia de lançamento de uma iniciativa nacional de colocação de placas nos hospitais com informações que desencorajam o mau atendimento e a corrupção. As placas vão conter também os “contactos de pessoas importantes que intervêm no processo de atendimento nas unidades hospitalares”, avançou o ministro.

Fonte: Folha de Maputo

Leave a Reply

Your email address will not be published.