O partido na oposição, a Aliança Democrática na África do Sul venceu a capital do país, Pretória, nas eleições municipais. O Presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, classificou a vitória como grande lição, que aconteceu um dia depois do partido no poder ter perdido Joanesburgo.

O Congresso Nacional Africano (ANC), o partido no poder na África do Sul, sofreu um retrocesso histórico nas eleições municipais no dia 1 de Novembro, caindo abaixo dos 50 por cento pela primeira vez em qualquer eleição.

Depois de ter perdido controlo da capital económica Joanesburgo, na segunda-feira, a formação política também perdeu na Pretória, capital do país, que vai ser dirigida por Randall Williams, do principal partido da oposição, a Aliança Democrática (DA).

Até então, o ANC tinha ganhado todos os sufrágios por maioria absoluta, desde as primeiras eleições democráticas do país, em 1994.

Reagindo à vitória da oposição, Cyril Ramaphosa classificou como uma grande lição para o partido no poder e que agora a melhor opção é respeitar a vontade do povo.

“É um grande revés para nós, mas é também uma grande lição. É decepcionante para o Congresso Nacional Africano (ANC), mas temos de aceitar a mensagem clara enviada pelo nosso povo”, disse Ramaphosa à margem de um encontro com o Presidente queniano, Uhuru Kenyatta, em Pretória.

Fundada no ano 2000, a Aliança Democrática (DA) é uma fusão de três partidos e por muito tempo foi vista como o partido da classe média branca, mas rapidamente atraiu muitos eleitores negros.

Fonte:O País

Leave a Reply

Your email address will not be published.