As condições do pavilhão dos Desportos do Ferroviário de Nampula, que apresenta um lençol freático que dificulta a realização de qualquer actividade naquele recinto sempre que chove, vai “desviar” a edição 2021 da Liga Moçambicana de Basquetebol Mozal daquele ponto do país. Nampula foi escolhida para sediar o grupo B, do qual fazem parte o Costa do Sol, vice-campeão nacional; Associação Juvenil de Napipine, A Politécnica e CD Municipal da Beira. O presidente da Associação Provincial de Basquetebol de Nampula, Albino Dimene, confirmou ao “O País” que não há condições para se realizar a prova nesta época chuvosa.

Qual o ponto de situação em relação ao acolhimento de um dos grupos da edição 2021 da Liga de Basquetebol Mozal? Em termos globais, de quanto é que a APBN precisa para viabilizar a prova?

Infelizmente, a Associação Provincial de Basquetebol de Nampula não pode acolher a fase de grupos pelas condições do pavilhão. Mesmo havendo mobilização de 4 milhões, que seria o custo, não podemos acolher.

Um dos pontos críticos é o estado do pavilhão, que, quando chove, permite a infiltração de água e dificulta a prática de qualquer actividade…

Sim. As condições do pavilhão, na época chuvosa, não nos favorecem. Existe um lençol de água que passa por baixo do pavilhão. Neste momento, uma intervenção de vulto não seria ideal e acredito que a direcção dos CFM Norte já tem uma solução adiada há anos. Este problema é recorrente.

Dos contactos feitos pela APBN, qual tem sido a resposta do Governo local e do empresariado?

Infelizmente, prefiro não responder a esta questão!

Até que ponto esta situação poderá influenciar para a não realização, um dia, de provas de grande dimensão na província de Nampula?

Influencia negativamente daí que, por enquanto, não haverá Liga. Mas, acredito que, na época seca, poderá ser realizada com pompa e circunstância.

O que deve, na sua óptica, mudar para que Nampula possa, de facto, estar no mapa destas competições, uma vez que, no passado, também falhou a organização da prova?

Não falhou nada. Digo isto porque todos sabemos que a pandemia da COVID-19 veio mudar a forma de estar e posicionamento em relação às competições. Desde que seja no mês de Outubro, haverá, sim, festa de basquetebol em Nampula.

 Quais são, nesta altura, as alternativas?

Por agora, o representante de Nampula irá deslocar-se a Maputo para alcançar os seus objectivos, que passam pela manutenção na “Liga”, neste caso o 5º lugar. Assim sendo, a liga ficaria composta por sul-centro-norte, objectivo primordial da zona norte desde o início da prova.

Fonte:O País

Leave a Reply

Your email address will not be published.