A SELECÇÃO Nacional de Basquetebol sénior feminina perdeu os dois jogos da fase de grupos do Afrobasket que se disputa desde sábado em Yaoundé (Camarões).

Sem a preparação desejada, o combinado nacional quedou-se no último lugar do Grupo “B”. A estreia da equipa de Nasir Salé foi diante da bicampeã Nigéria, com quem perdeu por 17 pontos (67-50), na noite de sábado.

Ontem, Moçambique voltou a perder, desta feita diante da congénere de Angola (70-61). Estes dois resultados colocam a equipa de Nasir Salé no último lugar da série, já que a Nigéria e Angola decidem hoje os primeiros dois postos. O primeiro lugar de cada um dos grupos transita automaticamente para os quartos-de-final, enquanto o segundo e o terceiro lutarão pelo acesso aos “quartos” num sistema cruzado.

Com agitação pelo caminho, Moçambique seguiu com a sua preparação. A Federação Moçambicana de Basquetebol (FMB) chegou a anunciar a desistência, mas o combinado nacional finalmente seguiu viagem para o Afrobasket depois que a Secretaria de Estado do Desporto (SED) assumiu os custos da Selecção Nacional numa cidade que não é de boas memórias. É que em 2015, também na companhia do actual seleccionador nacional, Nasir Salé, quedou-se em sexto lugar, com parte das atletas que hoje se encontra em Yaoundé. Moçambique tem a grande missão de superar as adversidades da sua preparação.

O Afrobasket é disputado por 12 equipas, divididas em quatro grupos de três cada. Os primeiros classificados de cada série transitam para os quartos-de-final, enquanto os segundos e terceiros passarão por um cruzamento de acesso aos “quartos”.

Eis a composição das quatro séries: Grupo “A” – Camarões (anfitriã), Cabo Verde, Quénia; Grupo “B” – Nigéria (bicampeã), Angola e Moçambique; Grupo “C” – Senegal, Egipto, Guiné Conacri; Grupo “D” – Mali, Costa de Marfim e Tunísia.

EQUIPA TÉCNICA – Nasir Salé (seleccionador nacional), Carlos Dezanove (treinador-adjunto), Nilton Manheira (treinador-adjunto), Hélio Manuel Lino (estatístico/scouting), Feliciano Chochele (roupeiro), Dalton Novela (fisioterapeuta), Fábio Costa (médico), Marta Monjane (coordenadora) e Amélia Cabral (chefe da Missão).

ATLETAS: Dulce Mabjaia, Anabela Cossa e Sílvia Veloso (bases); Carla Pinto, Elizabeth Pereira, Estefânia Chiziane e Ingvild Mucauro (extremos); Deolinda Gimo, Odélia Mafanela, Cecília Henriques, Vilma Covane e Tamara Seda (postes).

Grupo “B”

Nigéria-Moçambique (67-50)

Angola-Moçambique (70-61)

Angola-Nigéria (hoje)

Fonte:Jornal Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published.