MOÇAMBIQUE despediu-se ontem do antigo Primeiro-Ministro, Pascoal Mocumbi, considerado dirigente destacado e um dos melhores filhos da nação, em cerimónia fúnebre oficial marcada por discursos elogiosos ao nacionalista, pai e profissional exemplar.

No Paços do Município de Maputo, familiares, membros do Governo e distintas personalidades curvaram-se ao patriota dedicado à causa nacional e do seu povo, conforme fez referência Esperança Bias, Presidente da Assembleia da República, que dirigiu o acto, em representação do Chefe do Estado, Filipe Nyusi. 

Quis o destino que Mocumbi fosse sepultado no Dia do Médico Moçambicano, fazendo assim uma interconexão com a profissão que ele abraçou com paixão e desempenhou com sucesso. Entremeados por canções fúnebres, as intervenções lidas na ocasião exaltaram a proeminente figura de causas que o antigo primeiro-ministro foi ao longo da sua vida.

Membro fundador da Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO), poliglota e multifacetado, Mocumbi, também antigo ministro da Saúde e ministro dos Negócios Estrangeiros, perdeu a vida no passado dia 25, vítima de doença prolongada, a escassos dias de completar 82 anos.

Leia mais…

Fonte:Jornal Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *